O plano pastoral de Dom Raffaello considerou a realidade histórica sócio-político-religiosa da época. Nas suas visitas pastorais a tomando consciência das necessidades materiais e espirituais da sua diocese. A sua ação pastoral orientava-se segundo as necessidades que o contato direto com as pessoas lhe revelava. Investiu na formação catequética das crianças, jovens e adultos, acompanhou de perto as iniciativas da Ação católica, sentiu a necessidade de um sério planejamento do ensino religioso nas escolas, formando para isso os professores. Teve grande atenção e cuidado pela vida litúrgica das paróquias. Dom Raffaello era um homem de oração e de ação. A sua relação com Deus o impelia a agir em favor do próximo. Ele sabia dedicar-se à oração prolongada diante da eucaristia, à meditação, à convivência com Deus e com igual zelo, à acolhida de quem vinha a seu encontro. Deste modo, a oração e a ação conviviam serenamente sem sobrepor-se ou atritar-se. Ele tinha uma enorme capacidade de conhecer as pessoas, as situações, as oportunidades. Quando era possível, sabia alertar as pessoas a viver a política como oportunidade de viver a solidariedade. Através da sua intervenção conseguiu muitas melhorias nas rodovias, nos meios de transporte da época, na construção de casas populares. Grandes também foram as suas iniciativas para a promoção cultural. Um ano depois de sua posse na diocese, Dom Raffaello deu vida à Congregação das Discípulas de Jesus Eucarístico.
Em poucos dias Dom Raffaello se deu conta da situação da diocese e dos desafios da sua missão. Ele escreveu em uma carta: “ O povo é bom e simples. Os costumes são muito primitivos: é gente que trabalha sem qualquer descanso, e privado de todo conforto que para as pessoas das nossas cidades já é normal ”. Em toda a parte encontrava-se a ameaçadora miséria, a incerteza e a ansiedade pelo amanhã. A situação do clero era de abandono, assim como a vivência religiosa dos fiéis. Por isso, com incansável zelo, dedicou-se à formação dos sacerdotes. Esta foi a diocese que Dom Raffaello Delle Nocche assumiu e à qual foi fiel até a morte. Aceitou a difícil missão com humildade e com a confiança de quem muito esperava na providência. Desde o início a diocese passou a fazer parte da suavida. Ele escreveu: “ Desde então pensei em vós; rezei sempre por vós, amando-vos em Jesus Cristo com um amor cuidadoso e paterno, desejando ficar entre vós para abraçar-vos e abençoar-vos ”.
No dia 11 de fevereiro de 1922, Padre Raffaello é nomeado Bispo de Tricárico, uma pequena cidadezinha situada ao sul da Itália, na região da Basilicata. No dia 25 de julho do mesmo ano, foi celebrada a sua ordenação episcopal.
Formação Religiosa
Raffaello Delle Nocche nasceu aos 19 de abril de 1877, em Marano – Nápoles (Itália), no seio de uma família possuidora de sólidos princípios cristãos. Cresceu envolvido em uma atmosfera de ricos valores humanos e religiosos, sob o acompanhamento do Pai Vincenzo e da Mãe Carmela. O seu lar era como uma pequena Igreja doméstica, onde se fazia a experiência do amor de Deus e do próximo. O casal gerou ainda duas filhas: Anna, que morreu ainda muito jovem em um mosteiro, em Aversa e Marietta. Esta será para ele, o seu braço direito em Tricárico.
Vida Familiar
Nosso Fundador
Bispo de Tricárico
[ Clique aqui para continuar a leitura]
Para Raffaello, desde a sua adolescência, era natural aproximar-se frequentemente da eucaristia e dirigir-se como filho a Nossa Senhora. No campo dos estudos, sempre saiu-se muito bem. Era dotado na área das ciências exatas e das ciências biológicas. Em 1894, Raffaello entrou no Seminário Diocesano de Nápoles, vencendo as resistências do Pai, que sonhava para ele outros planos. Tendo terminado com brilhante proveito o Curso de Teologia, foi ordenado sacerdote em 1o de Julho de 1901, com grande alegria de todos os familiares, particularmente da sua mãe, que lhe lembrava sempre que deveria servir aos fiéis com muita humildade. De 1901 a 1915, trabalhou como secretário de Dom Gennaro Trama, Bispo de Lecce. Em 1915 é nomeado Reitor do Seminário de Molfetta, num difícil contexto, devido ao recrutamento de sacerdotes e seminaristas para a Guerra.
Presença no Mundo Fale Conosco Identidade Pastoral Vocacional Poesias Missão FotosIrmãs Discípulas de Jesus Eucarístico
Espiritualidade Reflexão História Fundador História Novena Pensamentos Galeria de Fotos Oração para Beatificação Depoimentos Palavra da Superiora Geral Madre Maria Giuseppina L Palavra de Ir. Maria Clara Sacquegno HomeCopyright © 2009 IDJE. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Leandro.